Gravataí Notícias
Portal de notícias de Gravataí RS

O que é a Indústria 4.0 e quais são algumas tendências futuras?

O conceito da Indústria 4.0 está tomando um grande espaço dentro do mercado e isso não é para menos, visto que se trata de um mercado que está crescendo cada dia mais e trazendo diversos benefícios para a vida dos trabalhadores.

Quando falamos do mercado industrial, falamos de um dos maiores do Brasil e do mundo, pois são deles que saem os produtos que vão para as grandes lojas e, dessas lojas, vão diretamente para nossas mãos e casas.

Antigamente os processos dentro de uma indústria eram realizados pelos diversos trabalhadores, que gastavam horas e horas do seu dia em um serviço braçal e muitas vezes muito cansativo para o corpo.

Felizmente, com o passar do tempo podemos nos beneficiar das inovações e mudanças trazidas pelos avanços da tecnologia, que mudou por completo a vida de milhares de pessoas e empresas pelo mundo.

Assim como hoje podemos contar com um ótimo serviço de desenvolvimento de software automação comercial para as marcas, as indústrias também puderam se beneficiar desses avanços.

Sabemos bem que a tecnologia evoluiu e muito nos últimos anos, e com uma velocidade surpreendente. Se imaginávamos que era impossível um robô fazer algo no lugar dos seres humanos, hoje vemos que isso não é só uma ideia, mas uma realidade.

Para quem já achava a internet o maior avanço da tecnologia, se surpreendeu com a chegada de conceitos como inteligência artificial e a internet das coisas, que permitem a automação de diversos processos.

E quando falamos da automação desses processos, nos referimos ao ato de deixar que robôs façam determinados processos pelos seres humanos, enquanto eles focam em outras decisões e setores, isso dentro de uma indústria, por exemplo.

Hoje as indústrias, além de poderem contar com um ótimo software para gestão de franquias, também podem contar com robôs que fazem determinados processos dentro da rotina de trabalho.

E é justamente dentro dessa ideia e conceito que a indústria 4.0 nasceu e tem se tornando a pioneira no assunto dentro do âmbito industrial, e hoje iremos conhecer a fundo essa inovação e todo o seu impacto no Brasil e no mundo.

Entenda o que é o conceito da indústria 4.0

O conceito da indústria 4.0 nada mais é do que a junção dos processo industrias com os avanços da tecnologia, tudo isso para trazer mais otimização aos processos e facilidade para a rotina dos operários.

Sabemos bem que a rotina de quem trabalha em uma indústria está longe de ser simples, muitas vezes é preciso gastar horas de trabalho e muito esforço físico para finalizar algum processo ou projeto.

Por isso, contar com a tecnologia é uma maneira de mudar essa rotina para melhor, seja através da inclusão de robôs que realizem determinados serviços ou de um software de sistema industrial que organize a rotina de trabalho dos funcionários.

O fato é que a tecnologia trouxe avanços e melhoras para diversas áreas do mundo, desde a saúde até mesmo o marketing e o empreendedorismo. Uma área tão importante como a indústria não poderia ficar de fora disso.

Sendo assim, entendemos que o conceito da indústria 4.0 surgiu como uma nova era para esse segmento, provando que a tecnologia também é uma forma de facilitar os processos e ajudar na melhora da rotina dos profissionais dessa área.

As principais tecnologias da indústria 4.0

Agora que você entende sobre o que se trata o conceito da indústria 4.0, chegou o momento de conferir algumas das tecnologias que foram e estão sendo aplicadas nesse mercado. Confira abaixo algumas das principais:

Inteligência Artificial

A inteligência artificial, também conhecida como IA, não é uma novidade para quem acompanha as inovações da tecnologia e é muito usada em processos que vão desde a configuração de roteador até mesmo a criação de sistemas de atendimento ao cliente.

Ela se baseia na construção de uma inteligência que absorve processos padrões que são destinados a ela e os realiza de maneira prática, rápida e otimizada, trazendo mais resultados em menos tempo para as empresas.

Dentro do setor industrial, podemos ver a IA sendo alocada na criação de robôs que realizam processo braçais no milagres dos funcionários, poupando o físico dessas pessoas e agilizando esses processos.

IoT

A sigla IoT significa Internet of Things, que traduzido para o português podemos entender como Internet das Coisas. Ele nada mais é do que um conceito de automação, onde a pessoa consegue controlar o que determinada tecnologia faz.

Por exemplo, dentro de uma indústria, o IoT é usado para que os funcionários consigam dar ordens a uma inteligência artificial, que responde ao pedido da pessoa e traz mais automação industrial aos processos do espaço.

Você provavelmente já deve ter visto pessoas que, dentro de suas próprias casas, dão ordens simples para a inteligência aplicada no ambiente, como apagar a luz ou ligar a televisão, e ela assim faz. Isso é o IoT e como ele funciona também no meio industrial.

Big Data

Há quem diga que vivemos na era dos dados, ou seja, a todo momento milhares de dados são próximos na internet e precisam ser devidamente cuidados e tratados para que não caiam nas mãos de pessoas erradas.

Dentro de uma indústria, milhares de dados estão armazenados nos sistemas da empresa e que precisam ser organizados e tratados para a melhor tomada de decisões e cuidado com as informações de clientes.

O Big Data surge como uma tecnologia voltada para o cuidado e tratamento de dados, assim como um controle de acesso para empresas, que permite apenas pessoas autorizadas a entrarem dentro do sistema e verem dados importantes sobre a empresa.

Esses são apenas alguns dos diversos avanços da tecnologia dentro do setor industrial e que formam o conceito da indústria 4.0, mudando por completo a relação das pessoas com os processos desse mercado.

Os desafios e benefícios da indústria 4.0 no Brasil

Mas é claro que esse mercado não é apenas um mar de rosas, existem muitos desafios para que ele seja implementado dentro da indústrias, ainda mais no Brasil, que ainda é um país relutante na implantação de tecnologias.

O primeiro grande desafio da indústria 4.0 no país é o investimento, visto que para implementar tecnologias nesse conceito é preciso desembolsar uma boa quantia em dinheiro que o país não possui ou os governantes acham que isso não é importante.

Mesmo já contando com uma empresa de impressora 3D em alguns lugares do país, o que é um grande avanço para tecnologia industrial do Brasil, ainda há muito para ser investido em prol da aplicação desse conceito.

Sem contar com a dificuldade de adaptação dos funcionários às tecnologias, visto que muitos desse setor são pessoas mais velhas e que nem sempre conseguem entender o que precisa ser feito em meio a tantas novidades.

Esses desafios operam diretamente na aplicação benéfica e na implementação do conceito da indústria 4.0 de maneira otimizada e efetiva. Por outro lado, ele também traz inúmeros benefícios, como:

  • Aumento da capacidade produtiva de pequenas e médias empresas;
  • Impacto na produção com ferramentas de baixo custo;
  • Monitoramento de todo o trabalho de produção em tempo real;
  • Gestão para manutenção preditiva, preventiva e corretiva de equipamentos;
  • Otimização de processos industriais e do tempo de trabalho;
  • Inclusão de novos conceitos dentro da indústria.

Assim como tudo na vida, o conceito da indústria 4.0 precisa do devido cuidado para o equilíbrio de seus lados positivos e negativos, mas que quando ponderados da maneira correta, tendem a trazer ainda mais benefícios para o mercado.

Os impactos e as tendências da indústria 4.0 no Brasil

Com o processo de digitalização de arquivos, se tornou ainda mais simples recorrer a documentos que nos tragam dados que comprovem os impactos de conceitos como a indústria 4.0 no país.

Um deles é o impacto direto ao PIB brasileiro, que pode aumentar em aproximadamente US$39 bilhões até 2030. Sem contar a estimativa que até 2025 os processos relacionados a esse conceito poderão reduzir custos de manutenção de equipamentos entre 10% e 40%.

Além disso, a indústria 4.0 ainda pode reduzir o consumo de energia de todo o país entre 10% e 20% e aumentar a eficiência do trabalho entre 10% e 25%, trazendo benefícios para todos os cidadãos brasileiros.

As tendências desse conceito para o país abrangem principalmente os fabricantes de automóveis, que poderão contar com a tecnologia na montagem de veículos individualmente, diferente do que acontece no processo de produção atual.

Como se não fosse o bastante, o conceito ainda irá permitir testes de produtos antes que eles cheguem à produção. Com isso, o setor industrial reduz seus gastos, pois as máquinas passarão a monitorar o seu próprio desempenho e vida útil.

Dessa forma, entendemos que o conceito da indústria 4.0 chegou para mudar completamente a maneira de se produzir no Brasil e no mundo, trazendo tendências e mudanças que poderão beneficiar a todos.Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.