Gravataí Notícias
Portal de notícias de Gravataí RS

BLOQUEIO PERMANENTE (23/02): Fim dos R$ 600 extras pagos pelo Bolsa Família para este grupo NIS e brasileiros choram de desespero

O Programa Bolsa Família, uma iniciativa do Governo, visa auxiliar famílias em condições de pobreza e extrema pobreza em todo o território brasileiro, proporcionando-lhes meios para superar vulnerabilidades financeiras.

-

Seu propósito fundamental é assegurar a essas famílias acesso a alimentação, educação e saúde, visando à melhoria de suas condições de vida.

Segundo dados oficiais, mais de 13,9 milhões de famílias são beneficiadas por esse programa em todo o país.

-

A partir deste ano, os beneficiários do Bolsa Família que apresentarem irregularidades em seus Cadastros de Pessoas Físicas (CPF) poderão ter o bloqueio do pagamento de R$ 600, além de possíveis adicionais do benefício.

Esta medida tem como objetivo garantir que o auxílio seja direcionado exclusivamente para aqueles que preenchem os critérios estabelecidos pelo programa.

-

Por que o Bolsa Família bloqueou os R$600,00 que tenho direito?

Existem dois principais motivos que podem resultar no bloqueio do pagamento do Bolsa Família:

-

  1. Irregularidades no CPF: O CPF do beneficiário pode estar suspenso, cancelado ou apresentar inconsistências de titularidade perante a Receita Federal.
  2. Inconsistências no Cadastro Único: O Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) pode conter informações discrepantes ou inconsistentes relacionadas ao beneficiário.

Como verificar o status do meu CPF?

-

Para verificar a regularidade do CPF e atualizar os dados cadastrais, o beneficiário do Bolsa Família deve seguir os passos a seguir:

-

  1. Acessar o site da Receita Federal.
  2. Selecionar a opção “Consultar CPF”.
  3. Preencher o número do documento e a data de nascimento do titular.
  4. Clicar em “Consultar” para obter o comprovante de situação cadastral do CPF.
  5. Caso sejam identificadas irregularidades, é imprescindível atualizar os dados cadastrais.

A regularização do CPF pode ser realizada de forma online, utilizando o site da Receita Federal, seguindo estes passos:

-

  1. Acessar o site da Receita Federal.
  2. Selecionar a opção “Meu CPF”.
  3. Em seguida, clicar em “Atualizar CPF”.
  4. Finalizar o procedimento clicando em “Regularizar CPF”.

Além disso, também é possível regularizar o CPF pessoalmente em uma unidade da Receita Federal ou em postos conveniados, como Correios, Cartórios, Banco do Brasil ou Caixa Econômica Federal.

-

CadÚnico: Como fazer atualizações no meu cadastro?

Para atualizar as informações no Cadastro Único (CadÚnico), o beneficiário deve seguir estes passos:

-

  1. Abrir o aplicativo do Cadastro Único.
  2. Efetuar o login utilizando o CPF e a senha.
  3. Selecionar a opção “Atualização cadastral por confirmação”.
  4. Escolher se deseja atualizar o “Endereço da Família” ou a “Composição Familiar”.
  5. Após confirmar ou adicionar as novas informações, clicar em “Confirmar dados do Cadastro Único”.

No caso de inconsistências identificadas no Cadastro Único, é necessário procurar atendimento presencial em uma unidade do Centro de Referência de Assistência Social (CRAS).

-

Meu Bolsa Família pode ser bloqueado para sempre?

Após um período de 6 meses de bloqueio, caso o beneficiário não solucione as pendências, o benefício pode ser cancelado de forma permanente.

Para evitar o bloqueio do benefício, é crucial manter os dados cadastrais atualizados e em conformidade com os requisitos estabelecidos pelo programa Bolsa Família, pela Receita Federal e pelo Cadastro Único.

Quem pode receber o Benefício em 2024?

Para ser elegível ao recebimento do Bolsa Família, é necessário atender a determinados requisitos. O programa destina-se a famílias em situação de pobreza, com a condição de que a renda de cada membro da família não ultrapasse R$ 218 por mês.

A fim de calcular essa renda, é preciso somar os salários de todas as pessoas que residem na mesma casa e dividir pelo número de moradores. Se a renda se enquadra nesse limite, é essencial realizar a inscrição no Cadastro Único, fornecendo dados precisos e atualizados.

O processo de inscrição pode ser efetuado nos postos de atendimento da assistência social nos municípios, mediante a apresentação de documentos como CPF ou título de eleitor.

Calendário do Bolsa Família de Fevereiro [ATUALIZADO]

O calendário de pagamento do Bolsa Família para o ano de 2024 segue uma organização baseada no último número do Número de Identificação Social (NIS). Consulte as datas abaixo para garantir que não perca o prazo para o saque:

  • NIS terminado em 1: 16 de fevereiro;
  • NIS terminado em 2: 19 de fevereiro;
  • NIS terminado em 3: 20 de fevereiro;
  • NIS terminado em 4: 21 de fevereiro;
  • NIS terminado em 5: 22 de fevereiro;
  • NIS terminado em 6: 23 de fevereiro;
  • NIS terminado em 7: 26 de fevereiro;
  • NIS terminado em 8: 27 de fevereiro;
  • NIS terminado em 9: 28 de fevereiro;
  • NIS terminado em 0: 29 de fevereiro.

Ressalta-se a importância de que as famílias estejam em conformidade com as regras do programa para garantir a obtenção dos benefícios adicionais do Bolsa Família.