Máscara de Algodão tem Média de 40% de Eficácia contra Covid-19, Segundo Estudo da USP

A Universidade de São Paulo (USP), divulgou um novo estudo sobre a eficácia das máscaras de algodão atuando contra o vírus da Covid-19, e chegou a conclusão que a mesma tem 40% de eficiência.

As máscaras utilizadas nos estudos passaram por um equipamento que produz partículas de aerossol, que produz partículas do tamanho semelhante a do coronavírus.

Durante a realização dos testes, os pesquisadores avaliaram a média de concentração de partículas que ficaram nas máscaras após a aplicação do jato.

Os modelos de máscaras que foram mais eficazes são as máscaras cirúrgicas e as do tipo PFF2 e N95 que filtravam de 90% a 98% das partículas de aerossol.

As máscaras de TNT (polipropileno),  tiveram uma variação de eficiência de 80% a 90%.
Por último, vieram as máscaras de tecido e algodão com eficiência de filtração entre 15% e 70%, com média de 40%.