Inter se despede do ídolo Iarley

Nesta quarta-feira (7), o ex-jogador Pedro Iarley foi desligado do quadro de funcionários do Inter.

Um dos maiores ídolos do clube, trabalhava até o momento de seu desligamento nas categorias de base desde o ano de 2016.

Ele desempenhava a função de coordenador no Projeto Aprimorar, cujo objetivo é aperfeiçoar fundamentos nos jovens atletas.

Em nota, Iarley disse que nega qualquer tipo de ressentimento por conta de seu desligamento.

“Saio sem qualquer tipo de ressentimento, pois compreendo a difícil situação que o futebol brasileiro vem enfrentando e não diferiria no Inter. Eu tenho um carinho inestimável por este clube e um amor incondicional por todos os colorados e coloradas que sempre estiveram ao meu lado”, pontuou o ex-jogador.

Fora Iarley, o clube demitiu 50 funcionários ao longo desta quarta-feira, as demissões fazem parte de um corte de gastos, já que no ano de 2020 o Inter sofreu o maior déficit da história.

“Um dia extremamente difícil para o clube. Demitir pessoas num cenário difícil como estamos enfrentando. Mas a única forma de entregar esse clube equilibrado ao final de 2021 é passando por medidas duras e difíceis. Para que a gente entregue o clube conforme projetamos, com superávit de R$ 194 mil. É preciso adoção de medidas mais drásticas e mais duras. São medidas que não agradam a ninguém. Tentamos alternativas. Estamos trabalhando em diversas frentes, investimentos, renegociações de contratos, de suprimentos. Tudo isso está sendo trabalhado, mas foi necessária essa medida mais dura” disse Giovane Zanardo, CEO executivo do Inter.