Números de Inadimplentes Aumenta no Brasil

O número de inadimplências no Brasil passou de 61,56 milhões para 62,56 milhões entre fevereiro de 2021 a março deste mesmo ano, o que pode refletir o impacto econômico da epidemia. Além do aumento de casos da Covid-19 durante esse período, quando o país bateu o recorde de mortes, as pessoas de baixa renda também não receberam assistência de emergência, que só se recuperou em abril.

O valor médio devido era de R$3.903,73, sendo os estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Bahia e Paraná os mais negativados.

 Para ajudar a reduzir o endividamento, o Serasa lançou uma iniciativa em cooperação com empresas de diversas áreas para viabilizar as negociações de parcelamento, a partir de R$9,90, R$19,90 e R$29,90. 

O plano faz parte da plataforma Serasa Limpa Nome, que já habilitou mais de 4 milhões de acordos desde o início de 2021.

“Em nossa plataforma de negociação, Serasa Limpa Nome, disponibilizamos milhões de ofertas com descontos de até 90% e opções de parcelamento, parte dela começando por R$9,90. Sabemos a importância desse serviço em um momento tão difícil e queremos estar ao lado dos brasileiros no processo para se conquistar uma vida financeira mais saudável”, é o que informa Matheus Moura, gerente de marketing da Serasa,
Atualmente, o Serasa recomenda que as pessoas dêem prioridade ao meio digital. No entanto, quem quiser ir a uma das agências dos Correios para negociar pessoalmente deve seguir as orientações do Ministério da Saúde e consultar o site para verificar o horário de funcionamento antes de ir a uma das agências.