Gravataí promove semana contra as drogas

De 20 e 26 de junho, a Prefeitura de Gravataí, por meio da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), promove a Semana Municipal de Não à Drogadição. Instituída em Gravataí pela Lei 3.316/2013, a campanha tem como objetivo desenvolver ações de sensibilização da sociedade sobre a prevenção e a recuperação da saúde dos usuários de álcool e outras drogas.

Em Gravataí, o Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas (Caps AD), localizado na Rua Antônio Francisco Fonseca, 123, é o serviço de referência na prestação de ajuda no combate ao tabagismo, alcoolismo e outras drogadições. O Caps AD faz o acolhimento e a reinserção dos pacientes na sociedade, por meio de tratamentos multidisciplinares.

“Este é um assunto importantíssimo e precisamos agir de maneira preventiva. No nosso município, o Caps AD é referência no atendimento à nossa população. Novas ações estão sendo trabalhadas na SMS e teremos importantes avanços nesta área”, disse o secretário da Saúde, Régis Fonseca.

No Caps AD, o tratamento é executado, por meio de construção de um plano terapêutico individualizado, podendo conter consultas individuais, participação em grupos para pacientes e familiares, prescrição de medicamentos para sintomas de abstinência e comorbidades, com retirada na farmácia municipal. Além disso, a equipe do Caps AD faz o encaminhamento para serviços de urgência e emergência e para comunidades terapêuticas conveniadas.

O serviço especializado conta com equipe multiprofissional nas áreas de psiquiatria, psicologia, assistência social, terapia ocupacional e enfermagem, além de um técnico de referência que acompanha com maior proximidade o paciente, auxiliando no planejamento do tratamento.

Durante a Semana de Não à Drogadição, a SMS, por meio do Caps AD, em parceria com o Conselho Municipal de Políticas sobre Drogas (Comad) e o Conselho Municipal de Saúde (CMS), executa ações de conscientização sobre o tema. Essas ações possibilitam tanto a prevenção quanto a reabilitação de pessoas que sofrem com o uso abusivo de substâncias psicoativas lícitas e ilícitas. Com isso, os diferentes canais de mídias favorecem o esclarecimento acerca da doença em relação à dependência química. Além disso, auxilia na multiplicação de informações, orientando tanto na sensibilização quanto na busca de tratamento efetivo, indicando locais, redes de apoio, estratégias multidisciplinares e divulgação de serviços de saúde mental.

“A equipe do Caps AD considera que as ações de conscientização são ótimas ferramentas para informar a população, pois esclarecem sobre o tema de saúde pública no atual cenário de pandemia, que vem crescendo de forma alarmante”, destacou a coordenadora do Caps AD, Renata Zomer.

Fonte: Prefeitura Gravataí