Para Armazenar Vacinas, Governo Gaúcho Inicia Entrega de Câmaras Frias

Eduardo Leite, governador do Rio Grande do Sul juntamente com a secretária estadual da Saúde, Arita Bergmann, realizaram nesta terça-feira (11) a entrega de 52 câmaras frias de um total de 310.

As câmaras de conservação de vacinas foram entregues a municípios com menos de 100 mil habitantes.

No total foram 29 cidades da 1ª Coordenadoria Regional de Saúde que receberam as câmaras.

Em fala o Governador destaca a importância deste fato que é um avanço para as cidades, “O processo do enfrentamento à pandemia coloca em especial destaque a importância dessa estrutura qualificada dentro do Programa Nacional de Imunizações, que envolve a distribuição e a garantia de equipamentos para acondicionar as vacinas e outros medicamentos em unidades de saúde.

Em alguns municípios, esses insumos são guardados em geladeiras normais, que cumprem a missão, mas que ficam sob risco de eventuais oscilações de temperatura que podem comprometer o medicamento.

Essas câmaras frias têm a garantia de conservar os medicamentos na temperatura ideal, com bateria que evita a mudança de temperatura quando há eventual oscilação elétrica. É um avanço importante para diversos municípios”, disse o governador.

As câmaras foram entregues aos prefeitos na Divisão de Suprimentos da Secretaria da Saúde, em Porto Alegre, e são de uso médico-hospitalar, com capacidade de até 200 litros, operando entre as temperaturas de 2°C e 8°C. 

Os equipamentos também irão servir para armazenamento de vacinas, insulinas e demais medicamentos que necessitam da câmara, custando em média cada câmara R$ 6 mil.

Arita relata o comprometimento do governo e da Secretária da Saúde, “Essa entrega é fruto de um trabalho da Secretaria da Saúde, com recursos do governo federal.

Essa compra mostra como o nosso governo trabalha com responsabilidade, economia e gestão. Tínhamos previsão de adquirir 109 equipamentos e, com o mesmo valor, cerca de R$ 2,1 milhões, conseguimos comprar 310 câmaras frias. É um motivo de celebração”, destacou a secretária.