Convênio com a APAE é renovado pela Prefeitura de Gravataí

Na quinta-feira (8) o prefeito e a presidente da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais de Gravataí (APAE GRAVATAÍ), Márcia Regina Silva Nunes, assinaram um convênio que proporciona até 600 atendimentos mensais para crianças de 0 a 4 anos incompletos.

No contrato está estipulado que a APAE cederá a estrutura física e a prefeitura, por sua vez, disponibilizará 4 profissionais que realizarão a estimulação precisa e reabilitação intelectual para as crianças.

Este contrato tem um prazo inicial de um ano, podendo ser renovado. O convênio contará com profissionais de fonoaudiologia, terapeuta ocupacional, fisioterapeuta e psicólogo, com toda essa equipe pode se realizar 600 atendimentos mensais.

O prefeito Zaffa lembrou que o poder público não tem capacidade para resolver todas as demandas da sociedade, mas algumas precisam ser priorizadas.

“Sabemos que há um grande déficit do poder público com esta parcela da nossa comunidade e queremos, pouco a pouco, e, dentro das nossas possibilidades, minimizar essa falta”, comentou o prefeito, lembrando que esta é uma das bandeiras do seu governo: “auxiliar as famílias com atendimentos qualificados”, pontuou Zaffa.

De acordo com o Secretário da Saúde do município, Régis Fonseca, ele sabe a importância deste projeto para a vida das famílias e crianças envolvidas.

“Estou muito satisfeito de retomar este convênio, podendo, assim, prestar um serviço de qualidade”, disse.

Márcia Nunes, presidente da APAE, agradeceu a parceria da prefeitura com a entidade e lembrou da importância que tem no desenvolvimento dos pequenos. “A estimulação pode ser determinante na vida de uma criança que possui algum tipo de deficiência, por isso, estamos comemorando este ato”, afirmou.

A diretora da Escola Municipal de Educação Especial Cebolinha, Simone Bitello mencionou como este trabalho é fundamental para que a criança seja melhor preparada para a escola e o ensino. 

“Estou muito feliz com o retorno do convênio pela evolução visível de nossas crianças ao terem acesso à estimulação precoce. Aqui, temos uma rede que visa ao bem-estar global deste público”, finalizou.